Segunda-feira, 30 de Outubro de 2006
CATS em Lisboa



Elaine Paige ( a gata Grizabella) interpreta "Memory"


Cats…

 

Hoje não tenho desculpa para não escrever um artigo… claro, vai ser sobre o musical Cats e por duas razões:

1 – Eu e a Sónia vimo-lo duas vezes em pouco menos de um mês e valeu a pena, pois escaparam-nos pormenores em que não reparámos da primeira vez;

2 - “Obrigámos” o Zé Manel a vê-lo e, apesar de todas as “resmungadelas” sei que gostou, e até me deu uma entrevista…

 

***********

 

No final do espectáculo (fomos os últimos a sair, pois a Sónia quis falar com pessoas ligadas ao espectáculo), mais propriamente no hotel, falámos sobre o musical que acabáramos de ver:

 

— Então, que tal a peça? – perguntei – Gostaste?

— Hum!!! – resposta lacónica que pronuncia um bom começo.

— Apanhei-te a cantarolar “Memory” e a seguir com alguma atenção a legendagem em português…

— “Memory” – suspirou! – e aqueles gatos e gatas que languidamente se moviam naquele “ferro velho” com uma maravilhosa lua cheia ao fundo, o jogo das cores, as vozes , as posições no palco, os bailados, as canções (a maioria interpretei-as à minha moda, pois ou estava a ler as legendas e perdia o jogo cénico ou interpretava a acção conforme as expressões, as reacções e as canções dos gatos), os efeitos que os focos e as fumarolas arrancavam dos fatos que vestiam os personagens…

— Com todo esse entusiasmo vejo que gostaste…

— Não, não quis dizer propriamente isso! E depois a interacção dos gatos com o público, a patada amigável que um deles me deu no braço, a gata (?!!!) que ronronava enquanto lhe afaguei o pelo e miei, o gato (?!!!) que, dengoso, esfregou o lombo pelas tuas pernas enquanto lhe coçavas a cabeça (o que arrancou gargalhadas do público!), aquela carícia felina que o gato fez na cara da Sónia…

— E dizes que não gostaste?

- Bem… eu não disse isso! Estou até a lembrar-me da ascensão da gata (que cantou “Memory”) ao céu dos gatos… até me fez lembrar as cerimónias fúnebres no antigo Egipto em que a barca transportava o defunto para o lado de lá… foram muito felizes nos efeitos cénicos que envolveram a cena.

— Quer dizer que gostaste?

— Sabes que “Memory” e aquela encenação toda me acompanha desde que deixámos o Coliseu?… e até tenho medo que vá sonhar com isso!… Mas não te digo mais nada! Acabou! Não abro mais o bico!!!

 

Foi a entrevista possível a um teimoso inveterado como o Zé Manel… e foi uma forma diferente de compartilhar convosco um espectáculo que – tenho a certeza! – TODOS gostámos.

 

Milú Coelho Gomes
28 Outubro 2006

 

 

 

 

sinto-me: ...que valeu a pena
música: Memory
publicado por zeca maneca às 21:46
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Outubro de 2006
Uma resposta que vos devo... I


Uma resposta que vos devo… ou mais!

 
Caros amigos,

Desde há muito que vos devo uma resposta não só à Milay, ao Kalifa (?!!!), ao Xico, ao Bem Joia e ao Piuscas sobre
"Porto Interior" - Concerto na Bonjóia.

Entreguei à Dra. Inês uma cópia do post assim como os vossos comentários, na esperança de saber se a Yanan tem algum CD gravado.

Até hoje estou sem qualquer resposta e o meu tempo estas últimas semanas tem sido contado ao segundo, por isso não contactei com a Dra. Inês e muito menos com a Rádio Onda Viva, como era a minha intenção.
 
Estou a fazer uma experiência com um dos clips de vídeo que fiz com a minha máquina fotográfica. Não se esqueçam que este clip foi mesmo uma experiência assim como é uma aventura a passagem deste para o blog. 

Se o meu marido tiver tempo livre vai contactar com a Dra. Inês e com a Rádio Onda Viva e tentar saber alguma coisa.

Para já só consegui isto... um pequeno apontamento.

Um abraço

Milú


 
sinto-me: às aranhas...
publicado por zeca maneca às 15:35
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Domingo, 1 de Outubro de 2006
Outono: assim começam as borrascas!

Gueifães, Maia, 21 de Setembro...

Estas fotos foram tiradas com espaço de três minutos.

De repente o céu começou a toldar-se e o sol a ser "devorado" pelas núvens...

Três minutos depois chovia copiosamente...



É assim o Outono em Gueifães... mas muito diferente daquelas chuvadas copiosas que aconteciam lá na minha terra. Chovia a cântaros durante meia hora e toda a gente se abrigava, Meia hora depois saíamos dos abrigos enquanto a rua secava sob um sol fulgurante.
Pouco tempo depois tudo estava seco.

Eram assim as borrascas tropicais... hoje distantes nas minhas recordações da infância e juventude.

Milú Coelho Gomes
1 de Out 06

 


 

 

sinto-me: a começar o mau tempo...
música: "Povo que lavas no rio" - Amália Rodrigues
publicado por zeca maneca às 21:28
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Depois de Férias

. Até um dia destes...

. Uma vida sempre a correr....

. Um soneto de Florbela Esp...

. DIA DA MÃE

. Uma viagem virtual por Ti...

. Páscoa...

. Neste dia, aquele abraço!

. O último poema de Victor ...

. Soneto

.arquivos

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds