Sábado, 17 de Março de 2007
Nothingham - um fim de semana de sonho! (parte II)






 
Notthingham

(Um fim de semana de sonho – parte II)

 

Várias estruturas arquitectónicas estão espalhadas pela cidade, feitas dos mais variados materiais. Esta escultura indica-nos a direcção dos vários teatros e foi concerteza o ponto de partida para a Sónia ter descoberto o teatro onde estava em exibição o musical “Cats”.

 
Aproveitamos ao máximo o tempo disponível para conhecer a cidade e o castelo.
 

Visitámos e tirámos fotografias a uma catedral católica perto desta “escultura”.

 

Visitamos uma galeria onde estavam expostos trabalhos de pintura de artistas pertencentes a uma associação de artistas plásticos e o produto desta exposição destinava-se a ajudar estudantes ou artistas com dificuldades.

 

Conversei com um simpático casal de idosos que lá estavam a orientar os visitantes e que se espantaram com este casal de portugueses que foram visitar a exposição.

 

Claro! Portugal é conhecido por ter um clima soalheiro, pelo vinho do Porto, pelo Mourinho e pelo Figo!…

 

Custou-me visitar esta galeria e sair de mãos a abanar… a arte está numa crise!...e os nossos bolsos, também!





Uma escultura que me mereceu uma atenção mais cuidada foi esta aqui em cima e que está entre o Royal Concert Hall e o Theatre Royal. Denominada “Carmen”, é uma escultura em aço inoxidável e cobre entrançados, em tamanho real, e que representa a personagem principal da ópera de Bizet. Foi encomendada pela edilidade de Nottingham à escultora inglesa Hilary Cartmel, para o Festival de Arte de Nottingham em 1989. Uma nota curiosa é o anel de pedras num dedo da mão esquerda da Cármen.

 

Fartamo-nos de fazer fotografias a esta escultura, abraçados a ela ou com as nossas cabeças debaixo do seu braço colocado à cintura.

 Cármen” está muito próxima da Porta dos Artistas, onde esperamos pelos actores do Cats que tinham combinado encontrarem-se com a Sónia.

 

Foi neste local que me diverti a ver e a fotografar o “Tram” tal qual o nosso (do Porto) Metro e que coabita com o trânsito de peões e de carros com perfeito à vontade. Fiquei espantada! E logo eu que detesto cruzar-me com o espaço do nosso Metro!


\


Nesta cidade, talvez devido ao seu traçado, não presenciei nenhum engarrafamento. Os peões e os automobilistas respeitavam religiosamente os sinais de trânsito. Até os polícias eram simpáticos e cumprimentavam-nos… sem sequer os interpelarmos.

 



Tirámos o dia de domingo para visitar o Castelo de Notthingham, que foi a residência do Sherif de Sherwood.

 

Entrámos pela parte mais antiga (século XVI), atravessando zonas ajardinadas muito verdes e com plantas coloridas, chegámos ao palácio mais recente (século XIX – 1878), transformado em Museu e Galeria de Arte, mesmo ao lado do terreno onde se fizeram os torneios de arco e flecha tão em voga naquele tempo.

 

Mas antes de chegar ao castelo ainda tivemos tempo para fazermos poses nos bancos de jardim…









Quando entramos no castelo… perdemo-nos! Havia de tudo, desde a história dos diversos castelos de Notthingham construídos uns em cima dos outros, até terminar neste, passando pelos mais variados objectos de vários séculos, um completo espólio de armas, uniformes, peças de uso diário, joalharia e grandes galerias onde estão expostas obras que obedecem a várias temáticas e épocas.

 

Disseram-nos que depois do almoço se faria uma visita guiada às caves do castelo. Por isso decidimos ficar para ver e inscrevemo-nos.

 

Enquanto esperávamos, comemos no bar café do Museu, um local aprazível e relaxante. A comida, bem, essa não foi muito do nosso agrado... por isso fomos às sandes!!!

 

De seguida andámos a deambular pelas zonas ao ar livre, à descoberta e claro, como não poderia deixar de ser, fizemos fotografias, muitas fotografias do castelo em geral, de pormenores que achei duplamente interessantes para as minhas aulas (sim, até de fim de semana a Escola/Alunos está sempre no pensamento apesar dos pesares!?...) e para satisfação pessoal até às vistas magníficas sobre a cidade que é linda e enorme:





Fico-me por aqui. As fotografias tornam este blogue muito pesado.

 

Para a semana há mais…

 

Volto a este espaço, no próximo sábado, dia 24 de Março de 2007.

 

Milú Gomes

sinto-me: com o dever cumprido!
música: a mesma....
publicado por zeca maneca às 00:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Nothingham - um fim de se...

.arquivos

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds